terça-feira, 17 de janeiro de 2017

felipe valente e seu magnifico "reversos"


reversos, o novo álbum de felipe valente é exatamente o que dele se espera, um trabalho acima de todas expectativas. estão ali todas as marcas registradas de seu trabalho, a coesão de repertório, as letras todas incrivelmente bem estruturadas, os arranjos impecáveis, enfim, será difícil algum trabalho superar a grandiosidade de  reversos neste ano. o novo ep dos arrais talvez se iguale pois se superar será uma obra prima.

apesar de todas as músicas seres muito boas, duas para mim se destacam: "canção de quem ficou" que é obviamente uma música romântica com toda a dor que uma música assim pede mas também uma poesia profunda, uma serenidade na interpretação que a torna única, fugindo do lamento fácil e situando-se naquele raro registro que arranca solidariedade de quem ouve, não pena. "reversos" a música que da nome ao trabalho é simplesmente uma das melhores que já ouvi no que diz respeito a música cristã moderna. uma letra que dispensa comentários, tem que ser ouvida para ser entendida e absorvida. o arranjo então é simplesmente fabuloso, me lembra e creio que não sou o único a fazer tal associação, "los hermanos", principalmente na parte final. pode ser piração minha, sei lá, mas de qualquer forma é uma canção para ser ouvida milhares de vezes sem cansar, muito pelo contrário, quanto mais se ouve, mais se renova o desejo de ouvi-la novamente.

o ponto central no novo álbum de felipe no entanto esta em algo que já o acompanha desde o lançamento que é a sua integridade musical. felipe não faz música para o mercado, para vender cds ou ter o maior número de faixas baixadas nas plataformas digitais. claro que como um músico profissional, é disso que vive, da venda de seu material, mas sua postura deixa claro que suas músicas não são feitas com este objetivo primeiro e sim o de tocar a quem escuta, de emocionar, levar a uma reflexão mais profunda, trazer novas propostas, novas idéias.

é preciso ser ousado para tanto, para ficar  anos sem lançar um projeto novo até ter relevância no que se vai dizer. existem artistas que todo ano lançam novos projetos e o vazio das idéias fica claro já na primeira audição. felipe tem o que dizer, e o diz com uma desenvoltura realmente fascinante. letra, música, arranjos, enfim, tudo é muito bem estruturado e elaborado em reversos. não sai dos meus fones e deve ficar lá ainda por um bom tempo até que eu possa extrair tudo o que o álbum tem a oferecer.

é isso

ouvindo: reversos, de felipe valente


Postar um comentário