sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

marisa letícia lula da silva


não tinha virtudes dona marisa? não tinha ela qualidades? ao menos aquelas que são inerentes a quase todos os seres humanos, aquelas standard, sabe, que vem de "fábrica" em quase todos os seres humanos. acho difícil. e por mais que dona marisa tenha se tornado paulatinamente em uma pessoa que chegou a beira da repulsão por boa parte dos brasileiros, ainda sim, ao ver chegar o seu ocaso, sua morte, (que chegará a todos nós mais cedo ou mais tarde) mereciam ela e a família todo o ódio que a eles vem sendo destilado via redes (anti) sociais?

não separar a pessoa de dona marisa, mãe, avó, esposa, cidadã brasileira daquela que acuada foi de uma deselegância extrema ao mandar os brasileiros enfiarem as panelas por um orifício que obviamente demandaria um malabarismo imenso para que ato sugerido fosse consumado é ser tão deselegante como foi dona marisa. dona marisa antes de mais nada uma mulher de recursos intelectuais obviamente escassos o que obnubilava sua capacidade de construir raciocínios elaborados, inteligentes, palatáveis, enfim, que prestassem, esta sendo julgada como se outra primeira dama fosse, a saudosa Ruth Cardosos. mulher de uma inteligência e capacidade ímpar que só tinha maior que a inteligência a discrição, ao contrário de dona marisa, dona de uma personalidade se não exuberante, no mínimo incontida por assim dizer.

se sabia sobre as estripulias de seu marido ou não e é uma ingenuidade absurda achar que não, não importa em um momento como esse. em minha opinião todo e qualquer meme, palavras torpes disfarçadas de piadas que nada são além de inoportunas e qualquer outra manifestação de deleite com a morte do ser humano em questão não podem ser chamadas por nenhum outro nome além do que de fato são: crueldade. e crueldade das grandes, que faz com que o autor de qualquer uma dessas ações inoportunas seja tão vil e torpe quanto a quem ele deseja atingir.

a morte, a nossa grande inimiga, não vê cara e não se guia por critério algum.a única certeza que temos sobre a morte é que um dia ela nos ceifará sendo nosso comportamento bom ou mal, sendo nós pessoas dignas ou indignas. a morte nos alcançará.  e nossas virtudes, que aparentemente servem de escudo e arma ao mesmo tempo para que possamos atacar o seu comportamento supostamente pouco probo e nos defender de eventuais criticas, não nos livrarão da morte e de seu aguilhão.

não tenho a menor simpatia por dona marisa letícia e muito menos por seu marido o chefe da quadrilha, mas sou sim solidário a alguém que não teve a morte de sua esposa respeitada e teve que ouvir e ver coisas que não cabem em momento algum, seja o  motivo que se alegue. lula fez um mal absurdo ao país, mas nem este mal pode ser usado como desculpa para o que vem ocorrendo, para a bandalha em que se tornou a morte de sua esposa. lamentável sob todos os aspectos o comportamento de algumas pessoas. de qualquer pessoa que fomente o mal feito que esta sendo realizado. que Deus se compadeça de almas tão mesquinhas e pequenas.

é isso.

ouvindo: Pavarotti
Postar um comentário