quinta-feira, 25 de maio de 2017

ariana grande butera e a imundícia do terror


ariana grande, em que pese o fato de como artista ser mais do mesmo no universo pop-teen e não ter o estofo necessário para ser considerada uma verdadeira artista é antes de mais nada um ser humano e como tal, certamente esta devastada pelo protagonismo indesejado que os calhordas do estado islâmico lhe impuseram.

não existe causa plausível para estes animais além de é claro se provarem seres animalescos e sem o menor traço de humanidade possível. atacar adolescentes e crianças que apenas começaram a viver neste mundo mal onde gente sem escrúpulos matam pessoas sabe-se lá porque,  é de uma covardia inominável e nada, nada que eles possam dizer ou alguns poucos estúpidos que o defendam digam pode justificar a barbárie ocorrida em manchester.

neste turbilhão em que foi envolvida, ariana estava apenas divertindo as pessoas que lotaram o seu show. estava trabalhando, tentando trazer alegria a um mundo cada vez mais cinza onde sentimentos positivos são obliterados a larga por atos insanos. ariana tem apenas 23 anos e duvido que imaginasse em seu mundo plastificado de pop star que tão crua violência pudesse bafejar seu hálito imundo tão perto de si. seu choque e devastação pessoal é completamente justificável e o cancelamento do restante de sua turnê pelo reino unido não é nada mais do que o esperado ante tamanho horror.

o terrorismo é por si só inexplicável e toda e qualquer ação que deriva em mortes estúpidas e desnecessárias deve ser repudiada com todas as forças por todos nós. não podemos deixar o terrorismo roubar a nossa capacidade de indignação e nossa disposição em lutar contra tantos malfeitos. se querem eles terroristas nos acuar, devemos nós acua-los e a melhor forma de fazer isto é vivendo uma vida dentro da normalidade, recusando-nos a baixar a cabeça amedrontados e acovardados ante seus atos anormais.

devemos sim erguer a cabeça e através de uma rede de solidariedade internacional levar as nossas orações e melhores pensamentos a todas as famílias que tiveram seu seio devastado em fração de segundos por ordens de seres bestiais que claramente não sabem o significado do que é a liberdade e se um dia tivessem suas demandas atendidas e vissem o mundo viver da forma com que sua cartilha reza, ainda sim arranjariam um jeito para matarem-se entre si arrumando nos pontos de conflito pois a essência destas pessoas é o mal e a "causa" que abraçam é apenas um pano de fundo roto para tentar justificar seus atos injustificáveis.

envio minhas orações solidariedade e todos os meus melhores sentimentos ao povo de manchester mas em especial a ariana, que sensível como todo artista o é, deve estar sofrendo uma dor que não pode ser descrita em palavras.

convido a você que lê o meu blog a fazer uma prece por todos os envolvidos neste terrível acontecimento e que sua indignação não seja muda. de a ela uma voz. faça-se ouvir, de que forma  for, mas faça-se ouvir.

é isso

ouvindo: Sean Lennon
Postar um comentário