sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Somália, Alguém Sabe Onde Fica?



Alguém sabe onde fica a Somália? Na África, baby. Um lugar que faz o sertão Nordestino ser um parque de  diversões. Seca extrema, fome aguda, mortalidade infantil nas alturas, pobreza que faz de indigentes brasileiros milionários entre outros indicadores alarmantes fazem da Somália um país onde viver é uma batalha diária.

Mogadíscio,  sua capital é também um antro de piratas. Sim, piratas. Em pleno século 21 a Somália lidera as estatísticas quando o assunto é pirataria em alto mar. Bandidos dedicados a esta atividade agem com extrema violência para de forma torpe saquear navios que fazem a rota do Oceano Índico.

Existe também um caldeirão de fanatismo religioso (que inclusive motivou o último atentado) que sufoca qualquer tentativa de um povo já tão sofrido ao menos sofrer um pouco menos. A  constituição do país declara o Islamismo como religião oficial o que   cria uma guerra fratricida e obviamente sem sentido entre seu povo dividido em vários grupos que querem o controlar territórios a querem controlar territórios a qualquer preço.

Some-se a tudo isso o último atentado em Mogadíscio e seus mais de 300 mortos. Já não é tragédia suficiente? Já não é tristeza demais para um só povo? Claro que é! Um povo como esse precisa de outro povo abestado se aproveitando de sua dor pra parecer um povo legal? Pois é o que acontece! Os Somalianos como se não tivessem problemas suficientes ainda tem que contar com a falsa solidariedade de gente que nem sabe onde fica a Somália e se soubesse não iria para lá nem que fosse regiamente recompensado.

Brasileiros em sua grande maioria são analfabetos funcionais. Não conseguem conjuminar fatos e idéias sobre esses fatos, não consegue teorizar de forma linear e sem sobressaltos, não consegue entender o que se passa em seu próprio quintal, enfim. Mas se tem uma coisa que brasileiro faz e bem, é ter uma desonestidade intelectual acima da média mundial. Brasileiro adora uma falsidade, seja ela entre as relações sociais que desenvolve, seja em sua elucubrações supostamente intelectuais.

Para piorar, o brasileiro adora Facebook mesmo sem saber utiliza-lo. E o utiliza para  dar vazão ao amontoado de besteiras que produz diariamente sem medo de ser feliz. A última delas é dizer que não ligamos para o martírio do povo Somali e se o atentado fosse na Europa estaríamos mobilizados. Mobilizados? Vamos deixar de ladainha, por favor! Brasileiro não se mobiliza nem com as porcarias que acontecem no nosso próprio país, que dirá se mobilizar por um atentado no cú da África. Por favor né? Sempre haverão os reais abnegados que farão campanhas para tentar mitigar o sofrimento de seres humanos que estão a milhas e milhas de distância do nosso Brasil, sil, sil, e estes merecem todo a minha reverência.

Acontece que estes abnegados estão ocupados demais para ficar com bobagens do tipo: "não ligamos para os Somalianos, (Somális, suckers),  porque eles são negros e não tem olhos a zuis como os franceses" ou, "se fosse na Inglaterra, o governo brasileiro disponibilizaria ajuda" A grande verdade é: fosse na Inglaterra, França ou outro país Europeu, não precisaríamos disponibilizar ajuda, pois eles se resolvem. N ão ajudamos os Somális, porque nosso governo é inoperante até aqui dentro, vide a tragédia de Mariana e seus desabrigados que só se foderam e se fodem até agora.

A verdade, a grande verdade, é que não ligamos para a barbárie da Somália porque não temos empatia com este povo. Porque ´temos nossos próprios problemas comezinhos diários para resolver, porque não temos a abnegação necessária para fazer deste povo uma bandeira. Só isso.

Me irritam os vaticínios sem sentido sobre como somos desumanos. Não sou desumano, em absoluto, apenas quero viver minha vida da melhor forma possível ajudando localmente onde puder e sem ser acusado por desconhecidos de não  me importar com a tragédia de um povo apenas porque este povo é de determinado lugar. Vão arrumar algo melhor pra fazer. A Cruz Vermelha atua em situações como essas e tem escritórios regionais em SP,  RJ, MG entre outros estados.  Quer ajudar? Cale a boca e ajude! Apenas ajude.

É isso.

Ouvindo: Rodésia, do grande Tim Maia
Postar um comentário