sábado, 7 de abril de 2018

Sérgio Moro, Lula, STF, STJ, GIlmar, Rosa, Carmém, Celso... Todos Eles e o Ódio



Vivemos hoje em nosso país sob dois signos. O signo do ódio e o da polarização. Esqueça qualquer análise equilibrada sobre o momento que passamos, não existe hoje espaço para equilíbrio. Ou se esta de um lado ou se está de outro. Apenas preto e branco, nada de paleta de cores e suas variações. Em um mundo de mentiras, todos querem propagar suas verdades e mais que propaga-las há que se impor pontos de vista como definitivos não como o que são, ou seja, a ideia de alguém sobre algo ou outro alguém.

No país que vivemos, ou você é do partido do Moro, ou do Lula. Não se pode ser contra os malfeitos de Lula e sua turma e muito menos ser contra os excessos (i)legais de Moro. Há que se "pessoalizar" as questões. Deixando de lado a corrupção para focar no corrupto. Pergunte a maioria das pessoas o que a turma de Lula fez e ouvirá como resposta: "Há, foi o tal do triplex". Então tá né? Qualquer um tem todo direito de não concordar com o espectro politico da turma do Lula, mas para que odiá-lo?  Da mesma forma, colocar Sérgio Moro como super herói nacional traz quais benefícios a nação? Sérgio é um juiz e vem cumprindo seu papel embora tenha aqui e ali resvalado no partidarismo e em excessos reconhecidos por seus pares. Isso invalida seu trabalho? Evidente que não! Então se a Moro podemos perdoar alguns excessos, porque agir com a se a biografia de Lula fosse só de atos vergonhosos? Por que esquecer que seu governo tirou sim, milhões da mais absoluta pobreza? Querer a prisão de Lula é legítimo, mas jamais pelo ódio e jamais por achar que todos os que pensam de forma diametralmente oposta a dele estão certo e são bacanas. Isso é estar na Quinta Série e não querer sair dela.

A corrupção não foi instituída na era Lula e verdade seja dita, em seu governo a PF sempre teve autonomia para investigar casos amplamente   divulgados pela justiça. Da mesma forma a corrupção não é uma primazia do poder executivo, existindo também no poder judiciário e no legislativo. Comemorar a prisão eminente de Lula como quem comemora o campeonato do seu time de coração é um sintoma grave da miopia que acomete o povo brasileiro. Deveríamos prantear o fato de um Ex Presidente estar em tal situação vergonhosa. Não por ele, mas pelo fato de que tal situação é vergonhosa antes de mais nada para o país, para o cidadão de bem e para o exemplo que se deixa as futuras gerações. Lula tem que ser preso sim, em meu ponto de vista, mas não odiado. Que mensagem afinal passamos aos nossos filhos e netos quando ensinamos que quem errou tem que ser odiado e não apenas julgado e cumprir a devida pena? O que estamos mostrando a eles quando acreditamos em fake news  e deturpamos a verdade apenas para que ela pareça mais espetacular do que de fato já é?

Hoje,  temos 4 poderes em nossa nação e isso é danoso demais. Temos o Executivo, o Legislativo, O Judiciário e o poder da internet, Facebook, em especial. Para grande parcela da população, se algo foi publicado no Facebook, é verdade que não carece de checagem apurada e por outro lado, se não esta no Facebook, não aconteceu. Qualquer um se arroga o direito de ser analista politico anda que a esmagadora maioria dessas analises venha embebida no mais puro ódio, deixando de lado qualquer objetividade. Pessoas que nem sabem quantos ministros existem no STF se tornam especialistas em leis e acham que os ministros tem que pensar como o povo, não como especialistas em leis que eles de fato são.

Apenas no Brasil um Ministro da mais alta corte de Justiça é hostilizado em pleno voo comercial como foi Gilmar Mendes. Pessoas que nem sabiam de sua existência hoje o odeiam e não obstante o fato de ele, Gilmar, ser um ser autônomo com pleno direito a ter suas convicções e se quiser muda-las a qualquer momento poder fazê-lo essas m esmas pessoas querem sua cabeça por ter votado de forma diferente ao que elas  gostariam. Da mesma forma Rosa Weber se tornou "persona non grata" da Esquerda tupiniquim por ter votado como julgou melhor.

Ora, se um juiz não pode votar a matéria que for segundo o seu entendimento e consciência, que espécie de tribunal queremos para nosso país? juiz teleguiados pela vontade do povo? Senhores, por favor! O povo eu incluso e primeiro a admitir, não tem elementos jurídicos suficientes para julgar o que quer que seja. Podemos ter e temos o dever de termos, opinião própria é claro, mas ela jamais pode ser tomada como definitiva ou a mais correta. E sinceramente quando "enquadramos" juízes por não pensarem como gostaríamos encoremos no risco de querer uma lei que atenda não a coletividade, mas a interesses particulares ou de uma corrente da sociedade em detrimento de outrem.

Lula será preso hoje ao que tudo indica. é necessário investigar com rigor a todos os envolvidos com a corrupção, mas é claro que sua prisão é emblemática. Mas que Aécio, Temer, Alckmim e todos os políticos sobre as quais existam a mais tênue suspeita sejam também investigados e se necessário, presos. O mesmo vale para Juízes, Promotores e demais integrantes de um Judiciário que faz a lei ser cumprida, não que está acima dela. Mas o mais importante em toda essa discussão é que o ódio se vá e de lugar a objetividade. Que possamos ter discernimento para saber o que é sério e o que são fake news plantadas para manipular parte da população. Não se deixe levar pela raiva, pelo que ouve falar apenas porque quem te falou é seu amigo. Pesquise, comprove e sobretudo busque construir um país melhor e mais justo não um país que se vinga.

Sobretudo, analise o seu grau de responsabilidade nesta situação. Quantas vezes você ponderou o seu voto? Quantas vezes votou apenas porque é obrigado e em que lhe foi indicado sem antes saber o histórico por minimo que seja da pessoa? Lula teve dois mandados ganhos de forma legítima. Aécio foi Governador de Minas Gerais também de forma legítima. O PSDB manda em São Paulo a mais de 20 anos por vontade dos paulistas. Dória é prefeito da maior capital da nação porque seu povo assim o quis e de forma inconteste. De quem é a responsabilidade desse estado em que as coisas chegaram afinal de contas? Da Fada do Dente?

É isso.

Ouvindo: Yo-Yo Ma
Postar um comentário